(Reblogado de cantura)

(Fonte: overdosedeamor)

(Reblogado de cantura)
(Reblogado de cantura)
Ninguém bebe a toa, me diz qual o seu motivo.
Como eu queria que voce se lembrasse do dia em que me disse isso e parasse tudo o que faz agora, ou me desse uma explicação como a que queria de mim naquele momento.
04.02
Pra estarmos juntos era uma decisão que dependia de ambos, pra não estarmos, bastava um.
Doeu decidir isso, e voce nem mesmo sonha com a intensidade desse sentimento que era tão completo se esvaindo á nada.
Ou que viagem a minha talvez pensar que isso era tão completo, quando apenas um de nós queria, e nem mesmo essa parte sabia o que queria.
E agora eu me encontro dando mais voltas em uma coisa tao simples que eu queria só expressar aqui… Queria poder entender o que aconteceu entre a gente, por que tudo aconteceu tão depressa, por que eu confundi tanto a gente, fazendo voce desistir de mim, de nós? Por que voce nunca tentou ouvir o que eu realmente tinha pra dizer? Por que eu insistia em querer falar tanto? Minhas atitudes sempre diziam o contrário… Tão bem quanto as suas.

Penso em tudo e meu olhar se afoga em meio a confusão… Pra nao mudar nada, tô me perdendo de novo… Voce odiava isso… Queria que ainda odiasse, só pra eu nao sentir essa indiferença sua que me machuca, que me faz enxergar a verdade.
Dentro da verdade, tem nada mais que a minha dor, e a minha dor… Provém da decisão tomada.

Pensei em voce.
Hoje é o ultimo dia, prometo que nao penso mais

Não adianta dizer que não sente falta, você sente. Não adianta dizer que odeia, você se importa. Não adianta dizer que ela é uma idiota, você gosta disso. Não adianta dizer que ela te machucou, os dois se machucaram. Não adianta dizer que não foi bom, foi perfeito. Não precisa fingir não ter escutado a música de vocês tocando na rádio, você quis cantá-la a plenos pulmões. Não precisa fingir raiva ao dizer algo sobre ela, os seus olhos brilham. Não adianta tentar substituí-la, ninguém terá os mesmos defeitos. Talvez você ache alguém melhor, mais bonita, mais inteligente. Mas nunca com aquelas manias insuportáveis ou com aquele sorriso irônico que você tanto gostava. Fingir indiferença já não funciona mais para você, o amor deu lugar ao ódio, e o ódio não vê a hora de voltar a ser amor. Não adianta olhar para frente, respirar fundo e dizer para si mesmo que ela é passado… Batalha de egos, uma guerra em que todos saem perdendo. Perdem a si mesmos. Perdem lembranças. Se agarram à futuros incertos. A saudade chega a queimar no peito e ninguém quer ceder. Mas quando um ceder.. Vai ser inesquecível…

…Como sempre.

(Reblogado de la-vie-compliquee)
É recomendável não descobrir todos os segredos.
(Fabrício Carpinejar)

(Fonte: to-mysurprise)

(Reblogado de cantura)

"Às vezes dói lá no fundo. Em uma parte do meu coração que eu insisto em esconder para todo o mundo que existe. Hoje foi mais um daqueles dias. Sonhei com você. Sonhei que tínhamos voltado a nos falar, só isso. Não éramos namorados, amantes ou sequer nos amávamos  Mas nós éramos amigos, como sempre fomos antes de tudo dar errado. Será que você também sente falta? Eu sinto. Sinto falta das coisas simples, do seu sorriso, do seu cheirinho e do seu jeito bobo de dizer que me amava mesmo quando eu não queria saber o que era amor. O problema foi que eu descobri o que era amar tarde demais.

Descobri que te amava quando te perdi. Parece clichê, mas foi. Nós fomos o tipo de clichê de filme americano que eu não me cansaria de assistir. Exceto pela parte em que não tivemos final feliz. Não tivemos final algum. Não sentamos em uma mesa e decidimos que seria melhor assim. Nós apenas nos afastamos, como quem não aguenta mais sofrer e amar ao mesmo tempo. Nos afastamos achando que um dia a vida nos colocaria juntos de novo. Mas sabe qual o nosso problema? Somos exatamente iguais. Você talvez um pouco mais sentimental. Eu talvez um pouco menos vingativa. Mas no fim do dia, os dois acham que merecem um pedido desculpas. E eu não tenho o costume de pedir desculpas a ninguém. Me arrepender, só do que não fiz.

Então eu te deixei livre. Te deixei partir. Desejei um infinito de coisas boas que não desejo nem para mim. Baixinho, pedi para que você seja muito feliz. Pedi para que você encontre uma garota que saiba valorizar tudo aquilo que eu não valorizei. Não tenho rancor, ódio ou qualquer outro sentimento ruim. De você restou apenas saudade. Uma saudade boa. Às vezes forte demais. Às vezes esquecida. Confesso, hoje estou sentimental além da conta. Mas me perdoa vai, é que eu acordei com saudade.

Eu não espero que você um dia me perdoe, até porque eu nunca te perdoei. Mas eu sei, que lá no fundo, você também sente a mesma saudade.”

Agora a gente discute o relacionamento que nunca tivemos coragem de ter. Ela diz que sou um cara bacana mas faço questão de parecer babaca, eu digo que ela sabe que é gostosa e especial, por isso trata os outros feito lixo. Ela argumenta sobre algo, que se eu bem entendi, tenho um pênis no lugar do nariz. Digo que se não tivesse chegado a tempo, ela estaria na fila do banheiro levando uns amassos daquele sujeito só pra se sentir sexy amanhã. Ela não vai cair na minha. Eu não estou tão desesperado assim. E sempre há o ato final, sem aplausos, com a pequena plateia farta de nossas más atuações. Vão me dizer “Ei cara, se decide, ou caga ou desocupa a moita, tem mais gente interessada, não vê que assim trata a menina mal?”, e vão aconselhá-la “Depois não adianta chorar uma semana inteira e me ligar achando que posso dormir uma noite lá e consolar você”. É sempre a mesma coisa, mas é que, sei lá, as coisas parecem menos complicadas enquanto a gente se beija.
Gabito Nunes.

(Fonte: ciclones)

(Reblogado de cantura)